15/07/05

O meu primeiro ano de Pós-Seminário – Breve e simples testemunho!



Pedem-me, para o jornal "Voz da Fé" um telegráfico testemunho daquilo que foi o meu primeiro ano de pós – seminário.
Isto que me pedem só deveria responder daqui a alguns anos quando tivesse assimilado correctamente tudo aquilo que vivi nestes meses após terminar o Seminário Maior.
Para mim este ano foi como voltar às origens…Havia frequentado o Seminário do Fundão logo a partir dos dez anos, com catorze saí desta casa, ingressei no Seminário da Guarda e terminado este voltei ao Seminário do Fundão…
Apesar de todas as reservas, interiores, que coloquei quando fui interpelado a aceitar este desafio de vir fazer parte da equipa educadora do Seminário Menor posso agora dizer que se aprende a gostar de trabalhar nesta casa muito porque tive o privilégio de me inserir numa equipa sob todos os aspectos excelente, amiga e solidária.
Foi um ano especialmente exigente! Foi flagrante ao longo deste ano o fraco acompanhamento pessoal – será necessário com certeza repensar o pós seminário!
Passei por outras dificuldades, por exemplo nunca tinha pensado ser professor e tive de ser… nunca tinha trabalhado profundamente com adolescentes e tive de aprender rapidamente os seus anseios e dificuldades para os ajudar a crescer.
Deste ano guardarei para sempre no coração os sorrisos das crianças e adolescentes que aqui crescem e jamais esquecerei a vida intensa que no Seminário do Fundão sempre há!
No final deste primeiro ano posso afirmar que este ano escolar, que agora finda, foi pessoalmente enriquecedor e uma agradável surpresa. Senti que passei o ano a semear… mesmo desconfiando que poucas sementes irão frutificar continuo a confiar e a semear confiando sempre que Jesus jamais deixará de enviar trabalhadores para a sua messe!

5 comentários:

Dad disse...

A sementeira é que interessa - a colheita é de Deus! Nunca desanimes nem percas o espírito de missão porque todos a temos e é importante conservá-lo com energia e fé!
Bj

Pe. Tó Carlos disse...

Não conseguiria dizer as coisas de forma melhor...obrigado!

Catarina disse...

"Outra parábola lhes propôs, dizendo: O reino dos céus é semelhante ao grão de mostarda que o homem, pegando nele, semeou no seu campo;
O qual é, realmente, a mais pequena de todas as sementes; mas, crescendo, é a maior das plantas, e faz-se uma árvore, de sorte que vêm as aves do céu, e se aninham nos seus ramos". Mateus 13

Por muito pequena que seja a semente, se fores fiel e depositares tudo a Seus pés, Deus a fará brotar muito para além daquilo que imaginas:)

Já agora, dás aulas de quê? Fico curiosa, porque a minha paixão é o ensino.

Pe. Tó Carlos disse...

Dou aulas de Formação Civica, Área Projecto e Estudo Acompanhado! Temos no Seminário um corpo docente com muito mérito! Eu acompanho o estudo das crianças e adolescentes e substituo os professores quando estes faltam. Volta sempre!

Catarina disse...

Que interessante. Eu sou licenciada em filosofia. Vou agora fazer o complemento de formação pedagógica. Sinto o ensino como uma vocação. Quero que um dia os meus alunos possam aprender comigo a discernir aquilo que é mais importante na vida. Que Deus me ajude:)