22/06/07

Pregar aos peixes ou até às teclas do computador


Qualquer escritor que se preze tem sempre uma altura em que não escreve para quem um dia hipoteticamente o irá ler…
Qualquer pessoa que goste de passar as suas ideias, pensamentos e emoções por escrito, tem sempre um dia em que fala para o papel e com a caneta (ou com o ecrã e as teclas do computador).
Hoje quero falar para estas teclas…e só para estas teclas… Espero pelo menos que estas teclas me entendam…
Como é possível que por causa de uma simples gripe se pague taxa moderadora num hospital (e cada vez mais alta!) e para fazer mal a um ser vivo e real, não?

2 comentários:

bunny disse...

eu tb entendo :(
e subscrevo..a 100%
vao ter direito a uma isençao identica á das gravidas...curiosamente tudo akilo k as mulheres n kerem ser....

malu disse...

Destas teclas (eh eh) lhe digo que também subscrevo a sua indignação. Que bem que vai este país...

Um abraço.