28/05/07

Figuras decorativas


Um padre que exerce a sua missão num Seminário tem a possibilidade de, com habitual regularidade, auxiliar alguns colegas na vida pastoral. Acontece-me, com frequência, alguns colegas pedirem-me para os substituir nalgum fim-de-semana por causa de algum congresso ou acção formativa, ou até por motivos pessoais ou de férias.
Tenho a felicidade de, qual peregrino, percorrer muitas das terras da Diocese da Guarda auxiliando alguns colegas.
Assumo que gosto imenso de conhecer novas comunidades com toda a riqueza que possuem e dificuldades que enfrentam!
Apenas uma coisa me deixa triste… e tantas vezes inquieto! Ás vezes sou convidado para assegurar tradições. Utilizam os meus colegas o argumento do “sempre foi assim; nesta festa sempre houve pelo menos três padres, nesta procissão (apesar de ninguém ouvir) sempre ouve pregação, sempre houve vários padres nesta festa tem de fazer o favor de vir aqui! As pessoas, se não virem tantos padres na “desobriga”, nem ficam bem…”
Caros amigos… Quando for para rezar com as vossas comunidades convidem-me! Se eu puder terei imenso gosto em ajudar e aprender… mas quando for só por uma questão de manter a tradição coloquem a estola em quem quiserem mas deixem-me que tenho muito aqui para fazer e infelizmente não tenho mesmo jeito nenhum para fazer teatro.

2 comentários:

elsa nyny disse...

Palmas pa ti!!!
Embora saiba que não as queres!
"coloquem a estola em quem quiserem" ahaha!!

As pessoas são mesmo loucas!! Tudo só para inglês ver, não suporto isso, e ás vezes dou comigo SÓZINHA a lutar contra esse tipo de coisas, e o mundo inteiro a olhar para mim e dizer que não é assim...
Se as pessoas se preocupassem mais com os "interiores" do que com as fachadas, tudo seria diferente...o mundo teria outros cores...

Parabésn pelo post!!

Bj

Anónimo disse...

Vou utilizar duas palavras, que ouvi de alguém, e se adaptam a algumas situações, que não passam de (comédias espirituais)
Está na hora de levarmos tudo isto mais a sério.

Gostei do blog