14/05/07

PUB:


Surgiu recentemente, nas telas de cinema, um filme com um título muito simples:
- “300”
Conta esta película a epopeica do rei Leónidas e dos seus 300 guerreiros de Esparta que lutaram até a morte contra o numeroso exército do rei Xerxes. O sacrifício e a dedicação destes homens uniram a Grécia no combate contra o inimigo Persa.

Com este escrito, este espaço, conta agora com este número redondo…
300 post’s!!!

Por 300 vezes arrisquei pensar alto… e acreditem não é nada fácil!
Arrisquei partilhar preocupações, sonhos, medos, alegrias, fracassos, projectos, curiosidades!
Partilhei algumas leituras ou alguns vídeos de outros autores que pessoalmente gostei…
Às vezes parece-me que as sementes de Verdade na Internet são assim… uma luta desigual como no filme…
Ainda não somos 300 padres com presença efectiva (comprometida com escritos regulares) na Internet… mas estamos no bom caminho. Principalmente porque me parece que, apesar de caminharmos entre inúmeros riscos e dificuldades, caminhamos de forma consolidada!

4 comentários:

Anónimo disse...

Pois então continuemos a caminhar, mais 300, mais 300...enfim. Nós aqui deste lado acompanharemos sempre esta caminhada.
Abraço em Cristo

Palheirense

Júlio da Costa Gomes disse...

Tenho um desafio no meu blog para si.

Sol da manhã disse...

300 vezes arriscou...
300 vezes aqui vim...
300 vezes aqui estive...
300 vezes nada disse...
300 vezes li os comentários... e houve cada um!!!!... e pelos vistos, continua a ser "agraciado"...
300 vezes fiz silêncio...

Muitas mais rezei aqui, outras ri, outras só sorri, outras parei e pensei... na quaresma caminhei todos os dias nos 40 posts...

Ao fim de 300 comentei, para lhe dizer que aqui estive, aqui estou.
Por mais 300 vezes aqui espero vir!
Obrigado :D!

Maria

MRelvas disse...

Agradeço-te caro Tó, pela tua persistência, pela tua preocupação e inovação.

A evangilização acompanha os novos meios, continua, pois este blog é um oásis na net.

Sugiro-te que visites os diversos links sobre os Salesianos que estão no meu blogue!

Abraço

Mário Relvas